Anticoncepcional Social

Recentemento o prefeito do municipio de São Paulo propõe no prazo de 30 dias proibir a distribuição do “sopão” na cidade, a não ser que dentro das “tendas” instaladas pelo poder publico (http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/kassab-quer-proibir-sopao-gratis-no-centro). Estas atualmente não comportam a população moradora de rua. Quais são possiveis consequencias disso? Alé da rigidez de operação, a formatação de qualquer forma de serviço dentro do desejo do governo, algo um tanto totalitario, isto leva a possibilidade de morrerem de inanição, não há espaço para todos serem atendidos nos serviços prestados pelo poder público e proibe-se outro tipo de serviço!

Isto nos leva a lembrar de outras condições naturais do ser humano que esta população é impedida de ter. Lembre-nos um pouco dos casais. São proibidos nos albergues que fiquem juntos e como sabemos é atentado ao pudor público a pratica de atos sexuais em espaço público. Então onde esta populaçãio pode realizar este desejo natural de todos os individuos que se amam?

Anúncios